Tesouros escondidos do Alentejo

O Alentejo é a maior região de Portugal e cobre mais de 30% de seu território. E entre suas planícies e montanhas há belezas incríveis e pouco conhecidas. Veja abaixo 5 tesouros escondidos do Alentejo, que encantam os turistas e valem a visita.

Belver

Este antigo castelo é um dos mais belos de Portugal. Belver foi construído acima do rio Tejo, entre os anos de 1194 e 1212. Esta construção possui uma torre retangular cercada por parapeitos no topo de uma colina pontiaguda, onde se tem uma bela vista para a charmosa cidade que fica a seus pés.

Mértola

Esta vila-museu fica às margens rio Guadiana, onde os visitantes podem explorar milênios de história, tanto no castelo de Mértola, quanto na colina fortificada, onde ficam as ruínas da cidade romana de Myrtilis. Ainda hoje é possível ver estas ruínas, bem como edifícios religiosos posteriores, incluindo uma capela do século 5 e ruínas do período islâmico seguinte.

Évora Monte

Esta vila murada é um dos muitos tesouros escondidos do Alentejo, pois é muito pouco explorada pelos visitantes, que preferem as pitorescas vilas de Marvão e Monsaraz. Situada no alto de uma colina, a charmosa Évora Monte é cheia de história e beleza. Além disso, conta com um grande castelo que demorou quatro séculos para ser finalizado.

Redondo

Esta é uma vila muito conhecida pelo seu vinho e sua cerâmica. A cerâmica artesanal de Redondo é apreciada por suas cores florais brilhantes e cenas da vida no campo. Já os seus vinhos são de sabor ousado e muito premiados. No entanto, a vila tem muitos outros atrativos, como, por exemplo, um castelo histórico, muralhas medievais e um belo cenário.

Alcácer do Sal

A histórica cidade de Alcácer do Sal já foi marcada pelas salinas. Mas, à medida que o comércio de sal diminuiu, a demanda por arroz cresceu e, hoje, Alcácer é famosa por sua produção de arroz. A cidade é coroada com o Castelo de Alcácer do Sal, que tem vista panorâmica sobre os rios e campos da região.