O Centro de Ciência Viva de Lousal

A vila mineira de Lousal fica a cerca de 140 quilômetros de Lisboa. Embora seja um povoado pequeno, parte de Grândola, ele guarda uma atração incrível do Alentejo: o Centro de Ciência Viva do Lousal, também conhecido como Mina de Ciência.

Instalado em uma construção onde antigamente funcionavam departamentos do importante complexo mineiro da região, como o Gabinete de Geologia, o Armazém do Óleo e a Casa das Lanternas, foi desenvolvido com as características dos mais modernos museus interativos e tecnológicos, tornando-se um local para explorar e aprender sobre ciência.

O centro desbrava os campos da geologia, biologia, física, química e mais, com exposições que encantam crianças e adultos.

Há o Museu Mineiro do Lousal, onde antes funcionou a Central Elétrica da Mina, repleto de equipamentos, objetos e documentos que mostram como funcionava o dia a dia dos mineiros, além de geradores, compressores e diversos modelos de minas.

No local onde um dia os mineiros tomaram banho, hoje realiza-se o chamado Banho de Ciência: os visitantes podem conferir minérios no microscópio, vê-los sob a luz ultravioleta, entender como eles são usados, aprender mais sobre a história do planeta, conhecer os organismos que vivem nas grutas e cavernas, brincar com a luz e até ver algumas reações químicas de perto.

Já no setor Home Sapiens, os visitantes desvendam curiosidades do dia a dia por meio de um quiz: como atuam os detergentes sobre as superfícies sujas? O que é o bolor? Como funciona o micro-ondas? De que é feito o pó que fica sobre os móveis? De onde se extrai o cobre usado nos cabos elétricos? E por que sentimos fadiga após a refeição?

Para as crianças menores, há ainda uma “Mina para Gente Pequena”, onde elas poderão descobrir como funcionam as minas de forma lúdica e colorida.