Uma tarde em Redondo

A 38 quilômetros de Évora, Redondo é uma bonita vila alentejana com moradores muito amigáveis e receptivos. É conhecida por seus deliciosos vinhos e também pelas olarias, que produzem belas peças de louça de cerâmica a partir do barro.

Por ser pequena, é possível conhecer as melhores atrações de Redondo em uma tarde. Comece pelo Museu do Barro de Redondo, que conta a história da olaria local, exibindo peças representativas das várias formas de trabalhar o barro.

Se a visita acontecer no verão, vale apreciar as célebres Ruas Floridas, antiga tradição da vila que decora suas ruas com milhares de flores de papel coloridas.

A poucos minutos do museu está o Castelo de Redondo, que une arquitetura militar medieval, gótica e manuelina. Ele possui também uma muralha em formato de elipse, que no passado protegeu a construção. É ali também que está a adorável Igreja da Misericórdia de Redondo, do século 16, com arquitetura tipicamente rural alentejana. Em seu interior, azulejos barrocos representam passagens bíblicas de misericórdia.

Siga então para o Museu Regional do Vinho, que conta as várias etapas da produção desta bebida amada no mundo todo, exibindo instrumentos agrícolas, objetos, imagens e textos, além de um centro multimídia com informações das várias adegas da região. Há mais duas igrejas para visitar: a Igreja Nossa Senhora da Saúde e a Igreja do Calvário, ambas encantadoras construções de 1680.

Termine o dia no Miradouro do Cume da Serra D’Ossa, que fica entre Redondo e Estremoz, e de onde se tem uma vista deslumbrante da serra e das planícies ao redor.