Recantos alentejanos com nomes divertidos

Em uma viagem ao Alentejo, você vai ser cativado por muitas coisas, a começar pelo nosso sotaque, que encanta os brasileiros tanto quanto o sotaque brasileiro encanta os portugueses. Nós dizemos “giro” para uma coisa bonita, “pequeno almoço” para café da manhã e “gajo” para rapaz.

Você também ficará fascinado por nossas belíssimas paisagens, e certamente vai gostar do jeito muito hospitaleiro dos alentejanos. E temos certeza que você irá se divertir ao percorrer nossas estradas quando bater o olho em alguns dos nomes de nossas vilas, que podem parecer inusitados para os estrangeiros.

É o caso de lugares como São Luís, Santarém, Alegrete, Cuba ou Vila Boim. Você provavelmente já ouviu esses nomes se referindo a outros lugares pelo mundo: São Luís, Santarém e Alegrete são cidades brasileiras; Cuba é um país caribenho; e Vila Boim é uma praça na região central da cidade de São Paulo. Aqui no Alentejo, esses nomes se referem a pequenas e encantadoras vilas!

Outras se destacam pela originalidade, como Brejos da Carregueira de Baixo, uma vila no litoral que tem muitas casas de temporada para alugar e curtir a praia. Ela fica próxima à sempre tranquila praia de Brejos, uma faixa de areia dourada banhada por um mar azul deslumbrante.

Você também pode achar curioso o nome de Vila Ruiva – que, por coincidência, está localizada no concelho de Cuba. É pequena e charmosa, com uma adorável Igreja Matriz e uma bela ponte romana, construída há cerca de 2 mil anos.

A menos de 30 quilômetros dali está Beringel, que, embora lembre “berinjela”, não é um grande produtor do vegetal. Antigamente, Beringel foi um importante centro oleiro. Hoje, apenas a Olaria António Mestre continua na ativa, produzindo vasos, talhas de vinho e outras peças decorativas de forma totalmente artesanal. Nas redondezas, há um belíssimo campo de girassóis.

Outra vila com um nome curioso é Cabeção, que está a cerca de uma hora de Évora. Lá é um bom lugar para fazer caminhadas na natureza ou praticar pesca esportiva na Ribeira da Raia. A vila também é famosa por seu vinho produzido em talhas de barro, então não deixe de provar uma taça!