Construções alentejanas de tirar o fôlego

Ao visitar o Alentejo você irá perceber que existem inúmeras construções históricas para ver – algumas até milenares – e nem sempre é fácil organizar o roteiro para conhecer tudo. Por isso, preparamos este guia especial, com alguns monumentos importantes que não podem ficar de fora. Confira a seguir.

Castelo de Evoramonte

Este castelo é um monumento ímpar da arquitetura militar portuguesa. Sua localização também é privilegiada, em um dos pontos mais altos da Serra D’Ossa. Possui três pisos nobres no pavilhão central, com abóbadas góticas e salas monumentais. Além disso, seus impressionantes elementos da Renascença Italiana são de encher os olhos. Aproveite para tirar uma selfie no terraço do castelo: a vista e a paisagem não irão de decepcionar.

Paço Ducal de Vila Viçosa

Essa grande estrutura já foi responsável por abrigar a família real portuguesa da linhagem Bragança. O que impressiona neste edifício é sua fachada de 110 metros de comprimento totalmente revestida de mármore, matéria-prima típica da região. Atualmente funciona como um museu, exibindo peças importantes como pinturas, esculturas, tapeçarias e até mobília da época em que era uma residência real.

Sé de Évora

A maior catedral medieval de Portugal é uma parada obrigatória ao visitar o Alentejo. Sua silhueta imponente se destaca na paisagem urbana da cidade. Foi edificada integralmente com granito no século 13, e é marcada pela transição do estilo romântico para o gótico.

Os elementos barrocos e renascentistas foram adicionados mais recentemente. Dentro dela funciona o Museu de Arte Sacra, que guarda diversos tesouros religiosos como o Santo Lenho em prata dourada revestida de pedras preciosas.

Forte da Graça

Próximo a fronteira com a Espanha é possível visitar vários fortes construídos na época das grandes batalhas. Porém, um deles se destaca por sua história impressionante: o Forte da Graça. Conta-se que foram necessários quase 30 anos, seis mil homens, quatro mil animais e 120 mil moedas de ouro para construí-lo.

A construção fica a pouco mais de um quilômetro da cidade fortificada de Elvas. Esplêndida e grandiosa, é uma verdadeira obra-prima da arquitetura militar do século 18, considerada por muitos historiadores como uma das mais poderosas fortalezas abaluartadas do mundo.