Três monumentos árabes do Alentejo

Ao visitar o Alentejo, você descobrirá traços de uma arquitetura com forte influência moura em diversas cidades. São castelos, casas e até mesquitas reformuladas para tornarem-se igrejas cristãs. O estilo conhecido como manuelino-mudéjar mescla os traços arquitetônicos árabes e ibéricos, criando edificações únicas. Confira abaixo três locais que se destacam no legado da herança árabe alentejana.

igreja-matrizIgreja Matriz em Mértola
É a única estrutura do país em que é possível reconhecer os traços do que um dia foi uma mesquita, mas essa não foi a primeira vez que a estrutura foi readaptada. O local já foi um templo romano, depois paleocristão e só depois foi usado para a prática do Islã. Vale a pena visitar e descobrir os traços de diversas religiões em um só lugar, que atualmente funciona como uma igreja católica.

Castelo de Alvito
Construído em 1494, o local é uma das mais curiosas construções da região. Nele, é possível encontrar diversos traços da presença árabe em sua arquitetura, entre os quais se destacam as pequenas cúpulas e coruchéus cônicos pintados de branco. O castelo se localiza na vila homônima e hoje funciona como uma pousada.

castel-alcacer-do-sal-2Castelo Alcácer do Sal
Atualmente conhecido como a Pousada D. Afonso II, onde os hóspedes podem testemunhar vestígios importantes não só da cultura árabe, mas também fenícia e até mesmo romana. Está confortavelmente situada numa colina com vista para as águas tranquilas do Rio Sado.