Vinho e viagem: o que você precisa saber para trazer bebidas na bagagem

Vinho e viagem combinam muito bem, não é mesmo?  Viajar e mergulhar em experiências enogastronômicas é uma oportunidade deliciosa e inesquecível! Se você vai visitar países e regiões produtoras de vinhos, como o Alentejo, em Portugal, por exemplo, precisa saber como trazer vinhos na mala.

O Alentejo conta com inúmeros produtores de altíssima qualidade, de onde vêm alguns dos melhores vinhos do mundo que agradam até os enófilos mais exigentes. Veja abaixo as regras e as melhores maneiras de trazer garrafas de vinho na bagagem para o Brasil.

Regras para transportar as bebidas

Vale lembrar que apenas maiores de 18 anos podem transportar bebidas alcoólicas nas viagens, sejam elas nacional ou internacional. Além disso, as companhias aéreas só permitem transportar bebidas com menos de 70% de graduação alcoólica e as garrafas devem ter sido lacradas pelo fabricante.

Voos nacionais

Bagagem de mão: o limite a bordo é de até 5 litros (ou 6 garrafas de 750ml) por passageiro. Lembrando que o limite de peso da bagagem de mão não pode ultrapassar os 10 kg permitidos.

Bagagem despachada: nesta modalidade não há limite na quantidade de garrafas transportadas. No entanto, não se pode ultrapassar o peso permitido pelas companhias aéreas para cada bagagem, que normalmente é de 23kg por mala.

Voos internacionais

Vale ressaltar que em viagens internacionais não é permitido transportar líquidos acima de 100ml na bagagem de mão. Por isso, as garrafas de vinho devem ser despachadas no porão do avião.

A Receita Federal permite despachar até 12 litros de bebidas alcoólicas (ou 16 garrafas de 750ml), mas sem ultrapassar o peso permitido pelas companhias aéreas para cada bagagem e a cota de US$500 para todas as compras feitas no exterior.

Dica: lembre-se que você ainda pode gastar até US$1.000 no Duty Free do desembarque no Brasil!

Como transportar as bebidas em segurança

Apesar de existirem malas próprias para transportar bebidas com segurança, a maioria das pessoas costuma transportar suas garrafas dentro de malas comuns. Dessa forma, é preciso garantir a integridade dos seus vinhos quando for transportá-los, tanto na mala de mão quanto nas que serão despachadas.

Uma boa opção para embalar as bebidas são as wineskin, um tipo especial de embalagem para vinhos feita de vinil resistente e revestida com plástico bolha e proteção extra almofadada. Além disso, o plástico bolha e o papelão também funcionam perfeitamente ao serem enrolados nas garrafas. Dê pelo menos duas voltas com o material e lacre com uma fita adesiva.

Além da embalar as garrafas, coloque-as dentro de sacos plásticos. Dessa forma você protege o restante dos seus objetos e roupas em caso de quebra ou vazamento. Evite ainda colocar as garrafas próximas umas das outras e preencha os espaços da mala com as suas roupas para diminuir o impacto.

Outra dica é optar por malas rígidas, que protegem melhor as garrafas do que as malas de tecido, por exemplo. O ideal é acomodar as bebidas no centro da mala e forrar as bordas com roupas, toalhas e sapatos. Todas essas dicas diminuem o risco de quebra.

Dica extra: quando chegar em casa e desembalar todas suas garrafas de vinho, deixe-as descansarem pelo menos 15 dias antes de consumir. Dessa forma, o vinho preserva seu sabor e textura.

×