Quais são as principais cidades do Alentejo?

O Alentejo é a maior região de Portugal. Em seu território, reúne diversas atrações para viajantes, como patrimônio histórico, belezas naturais, um litoral deslumbrante, vinhos deliciosos e ótima gastronomia, por exemplo. Mas, se você ainda não conhece a nossa região, pode ficar confuso sobre quais são seus destinos turísticos. Por isso, listamos abaixo as principais cidades do Alentejo, para te ajudar a planejar o seu roteiro!

As principais cidades do Alentejo

Évora

Primeiramente temos a maior cidade alentejana, o coração do Alentejo, que fica a apenas 1h30 de Lisboa. Ela é, de fato, o cartão postal da região, e seu centro histórico é Patrimônio da Humanidade da UNESCO. Por isso, a cidade ganhou o apelido de “Cidade Museu”. Évora conta com monumentos como o Templo de Évora, a Praça do Giraldo, a Igreja de São Francisco e sua famosa Capela dos Ossos, além do magnífico Aqueduto da Água de Prata.

Beja

Em segundo lugar temos Beja. Ela não apenas é a segunda maior cidade do Alentejo, como também é cheia de atrações históricas. Seu castelo, por exemplo, tem uma torre de 40 metros de altura toda construída em mármore, onde os viajantes podem subir e apreciar uma vista impressionante. Além disso, há o Convento de Nossa Senhora da Conceição, onde fica o Museu Regional de Beja. Lá, é possível conhecer a história de Mariana Alcoforado, freira que viveu uma emblemática histórica de amor com um cavaleiro francês em pleno século 17.

Elvas

Vista aérea de Elvas

Localizada a menos de 100 km de Évora e também considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, Elvas é a “Rainha da Fronteira”. De todas as cidades do Alentejo, esta é uma verdadeira obra-prima da arquitetura militar, com uma estrutura defensiva que une diversos fortes e fortins, de tal forma que a torna a maior fortificação abaluartada do mundo. Mas o visual incrível não termina por aí, já que o destino conta ainda com o imponente Aqueduto da Amoreira.

Portalegre

Esta cidade fica em meio à riqueza natural do Alto Alentejo, aos pés da Serra de São Mamede. Entre suas principais atrações estão, por exemplo, o Mosteiro de São Francisco e o Convento de Santa Clara e São Bernardo, além da Catedral e do Castelo de Portalegre. Por fim, completando o cenário, há casas renascentistas e barrocas e edifício militares. Sem dúvida, uma das atrações mais populares de Portalegre é o Museu da Tapeçaria, que mostra a excelência e o passado da cidade no segmento têxtil.

Sines

Avenida Vasco da Gama, em Sines
Sines

Entre as cidades do Alentejo nesta lista, Sines é a única que está no litoral, localizada bem no centro da costa alentejana, com 30 km de praias para todos os gostos. Visto que o cenário é praiano e natural, os turistas encontram diversos lugares para praticar atividades ao ar livre, surfar, velejar, mergulhar ou passear de barco. Entre os locais perfeitos para o verão estão a famosa Ilha do Pessegueiro, a urbana praia Vasco da Gama e a mais isolada Praia de Morgavel, por exemplo.

Estremoz

A pouco mais de meia hora de Évora está Estremoz, a “Cidade Branca”. Ela ganhou esse apelido não só pelas casinhas brancas que se espalham por toda a cidade, mas também por sua estreita relação com o mármore. Ela é dividida em duas: uma parte está dentro de muralhas centenárias, com o Castelo de Estremoz e inúmeras casinhas medievais; fora das muralhas, por outro lado, os viajantes encontram uma cidade moderna. Entre suas principais atrações estão locais como a Torre das Três Coroas, o Convento de São Francisco e o Convento dos Congregados, por exemplo.

As principais vilas e vilarejos do Alentejo

Os viajantes podem conhecer não apenas as cidades do Alentejo listadas acima, mas também diversas vilas e vilarejos espalhados pelo território alentejano. Embora sejam menores, elas esbanjam charme e história. De fato, visitá-las é quase como voltar no tempo.

Marvão

Este vilarejo fica no ponto mais alto da Serra de São Mamede, ou seja, o ponto mais alto ao sul do rio Tejo. Sua posição geográfica fez dela lugar estratégico para a defesa do território, mas isso ficou no passado. Hoje, passeando por suas estreitas ruas de pedra, visitando suas construções medievais e apreciando a gloriosa vista do entorno, o turista experimenta uma tranquilidade reconfortante, quase como se o tempo tivesse parado.

Mértola

Mais ao sul, em meio ao Vale do Guadiana e próximo à fronteira com a Espanha, desponta Mértola, uma vila cheia de personalidade. No passado, foi uma cidade romana, mas, tempos depois, tornou-se capital de um reino árabe. Como resultado desta mistura, há vestígios de diferentes períodos históricos, como por exemplo a Igreja de Nossa Senhora da Anunciação, que foi uma mesquita e hoje funciona como um templo cristão.

Arraiolos

Câmara Municipal da Arraiolos

Poucos quilômetros separam Évora de Arraiolos. Esta vila encanta não apenas por seu patrimônio histórico e belas construções, mas também, e principalmente, por seus famosos tapetes. São verdadeiras obras-primas, bordadas à mão com um ponto criado há mais de cinco séculos. Por isso, ele recebeu o nome de ponto de Arraiolos. As belas peças de excelente qualidade são expostas com orgulho, colorindo as ruas da vila.

Monsaraz

Um vilarejo sobre uma colina rodeado por muralhas e com um castelo no topo. Parece simples, mas talvez seja justamente a simplicidade de Monsaraz que encanta tanto os visitantes. Andando por suas ruas de pedra, é possível ver casas branquinhas com janelas floridas, ao passo que, do topo de seu castelo, vê-se os campos ao redor e o grandioso lago Alqueva. É um verdadeiro espetáculo, principalmente ao pôr do sol.

Castelo de Vide

Não é exagero dizer que Castelo de Vide é uma das mais belas vilas portuguesas. Nesse sentido, o cenário é similar a Monsaraz, com as ruazinhas de pedra subindo e descendo, casas brancas e uma vista privilegiada das aldeias em meio aos campos. Em dias claros, a vista se estende até a Espanha. Vale a pena visitar não só o castelo, mas também a Capela de Nossa Senhora da Penha.

Evoramonte

Outra vila próxima a Évora, Evoramonte reúne paisagens impressionantes e monumentos militares que remetem aos tempos medievais. O castelo, chamado Paço Ducal de Evoramonte, conta com quatro torreões dispostos em formato quadrangular, e seu interior é belíssimo, principalmente por seus impressionantes tetos abobadados. Além disso, atrações são a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, que une estilos gótico e barroco, e as lojinhas de artesanato da Rua Santa Maria.

Vila Viçosa

A “Princesa do Alentejo” fica entre Évora e Elvas. Ela é conhecida pela abundância do mármore, que pode ser observada não apenas no belíssimo Paço Ducal de Vila Viçosa, com a fachada inteira revestida com o material, mas também em diversas construções locais, mesmo as residenciais. Os viajantes costumam gostar também do castelo, da Igreja Matriz e da Igreja e Convento dos Agostinhos.