Sete provérbios alentejanos

Todo país tem seus próprios provérbios, e isso não seria diferente em Portugal. O Alentejo também tem seus dizeres, que são passados de geração em geração. Que tal aprender mais sobre esta autêntica região portuguesa e o que diz a sua sabedoria popular?

Antes que cases, vê o que fazes”: antes de tomar uma decisão, pense nas consequências.

Aprende chorando e rirás ganhando”: a versão alentejana de “Deus ajuda quem cedo madruga”. Ou seja: quem se esforça colhe bons frutos!

Boas contas fazem os bons amigos”: bons amigos não devem.

Boda molhada, boda abençoada”: aos noivos que temem chuva no casamento, no Alentejo diz-se que isso dá sorte!

Antes boa cautela que mau arrependimento”: si milar ao famoso “é melhor prevenir que remediar”.

Antes pouco e bem que muito e mal”: é melhor ter pouco e ser feliz do que ter muito e estar triste.

Boa árvore não dá fruto ruim”: este se parece com o brasileiro “a fruta não cai longe do pé”.