Patrimônio religioso do Alentejo

Uma atividade interessante para se fazer no Alentejo é visitar os diversos patrimônios religiosos da região. São diversas opções para conhecer e admirar a arquitetura singular dessas construções. Separamos algumas das melhores atrações para que você as inclua em seu roteiro de viagem do destino.

Começando pela principal cidade da região, Évora, que exibe sua imponente catedral com uma silhueta singular em meio à paisagem urbana. Sua construção durou impressionantes 64 anos e sua estrutura é composta por granito, marcada pela transição do estilo romântico para o gótico. Seu verdadeiro nome é Sé de Nossa Senhora da Assunção, sendo a maior catedral medieval do país!

A Matriz de Santo António, em Reguengos de Monsaraz, também não deixa nada a desejar, com suas raízes históricas que remetem ao século 19. O destaque dessa construção fica por conta da torre com sino, repleta de detalhes. Sua estrutura de estilo gótico-manuelino se destaca entre as outras construções do vilarejo.

Em Estremoz, o Convento dos Congregados é um dos locais mais visitados. Construído no século 16 e utilizado como palácio, tornou-se o Convento da Congregação do Oratório de São Felipe Nery em 1968. Atualmente abriga também a Câmara Municipal, a Biblioteca e o Museu de Arte Sacra. Um verdadeiro deleite para os que querem aprender mais sobre religião.

Já em Moura, o Museu de Arte Sacra exibe incríveis obras que contam a história das variadas tradições religiosas da região, com paredes revestidas com fascinantes azulejos azuis do século XVII.