Borba e Estremoz

BORBA-CAPA
No nordeste alentejano, dois destinos chamam atenção. Combinar um roteiro pelas charmosas Borba e Estremoz é garantia de uma viagem mais que especial, com belas paisagens e passeios inesquecíveis.

encostas_estremoz_01_GEstremoz divide-se em duas: o castelo do século 13 e suas casinhas medievais e, fora das muralhas, construções modernas. A cidade amuralhada está em uma região conhecida pela exploração do mármore branco, que é visto por todos os lados – das construções mais luxuosas às mais humildes.

estremoz-featured
A praça principal, Rossio Marquês de Pombal, tem uma das maiores e melhores feiras de Portugal todos os sábados, com artesanato local, queijos, compotas de frutas e outros artigos típicos.

A menos de 15 km, Borba é puro charme. Em pleno interior alentejano, essa vila é cheia de construções históricas, algumas delas com 500 anos, inclusive um castelo de arquitetura militar medieval do século 14. Borba se estende por um território plano e fértil, com suas ruas estreitas e belos edifícios de janelas com grades em ferro forjado.

Aqui você também verá muito mármore, nas molduras de portas e janelas, nas chaminés, nos letreiros de monumentos e ruas. A Igreja Matriz, a Igreja de São Bartolomeu, o Convento das Servas de Cristo e a Fonte das Bicas são lugares em que o uso desse material pode ser realmente apreciado.

Atração imperdível – principalmente para quem gosta de comer e beber bem – são as tabernas típicas, com pratos tradicionais do Alentejo, como os deliciosos enchidos feitos na região e, é claro, os famosos vinhos. Não deixe de provar o Doce Dourado de Borba, feito com amêndoa moída e polvilhado com canela.